AS SETE VIRTUDES DO LÍDER AMOROSO, LIDERANÇA

O Líder Solidário.

Quer a fórmula do fracasso? 

Pense apenas no seu negócio. Seja egoísta. Use todos os recursos do planeta sem pensar na próxima geração.

Quer a fórmula do sucesso?

Pensar global e agir local. Isto é SER solidariedade.

A solidariedade não é um ato que se pratica, a solidariedade é SER solidário. Fazer, agir, sem esperar recompensas, ajudar as pessoas por prazer.

O líder solidário é alguém que “sabe cuidar”. Ele cultiva as pessoas, os relacionamentos, os ambientes, e a si mesmo. Existem basicamente dois modos de ser no mundo: o trabalho e o cuidado. Não é exatamente isso que vivemos todos os dias? Empreendedores têm a grande tentação de descambar para o Ser Trabalho, esquecendo que esta é somente metade de sua essência.

Precisamos transformar a Terra por meio de nosso trabalho, mas sem esquecer que somos transformados por ela através das leis antropológicas do Cuidado.

A modernidade tem este pé-de-barro. Organizou e funcionalizou as relações de produção e trabalho, mas se esqueceu que o Cuidado é essencial.

Com a invenção da máquina a vapor, um homem passou a ser capaz de fazer o que antes demandava quinze pessoas. A promessa era que com esse progresso haveria mais tempo para o divertimento. Ilusão. Hoje, um computador ocupa o lugar de centenas de pensadores, e os escravos destas máquinas geralmente trabalham muito mais do que os operadores das máquinas a vapor.

Chaplin profetizou esta realidade com precisão cirúrgica em seu clássico Tempos Modernos.

O líder está disposto a virar o jogo e garantir o Cuidado Solidário como dimensão essencial da vida.

Solidariedade é muito mais profunda do que um simples adjetivo bem aceito em qualquer campanha de marketing do tipo: gincana solidária, natal solidário… Após encher aquela caixa com agasalhos para o inverno dos necessitados, sentimos nossa consciência anestesiada pela sensação de dever cumprido. Errado. Solidariedade não é a retórica ou assistencialismo sazonal. É uma das virtudes fundamentais dos novos líderes de que o mundo precisa: eficientes e amorosos.

Como se tornar um líder solidário?

Evite a ilusão de querer ser um super-homem ou uma super mulher. Isto só funciona nos filmes. É preferível estimular o espírito de corpo e colocar todo mundo para “carregar o balaio”. Não o leve sozinho. Liderança não é isso. Você foi feito para solidificar o grupo. É agente de solidariedade. Este é o sinal do seu sucesso: um grupo coeso caminhando na direção da meta. Se estiver com dificuldade, um dia desses procure um necessitado e peça ajuda. Costuma funcionar!

Fonte: Alguns conceitos extraídos do livro “As sete virtudes do líder amoroso“.

Anúncios
AS SETE VIRTUDES DO LÍDER AMOROSO

As sete virtudes do líder amoroso.

As7virtudesEssência da Liderança: verdadeiro líder é aquele que tem autoridade e não simplesmente aquele que tem o poder.

O próprio mestre revelou seu segredo quando ensinou a seus seguidores que “aquele que quiser ser líder deve ser o servo de todos”.

A liderança é construída em uma dimensão humana profunda: a atitude! O verdadeiro líder é reconhecido até pelo tom da voz. A raiz desta atitude fundamental é o que poderíamos chamar de amor, ou seja, a disposição de doar-se, de dar a vida pelo grupo.

Na introdução do livro as sete virtudes do líder amoroso temos duas advertências sobre o amor.

Amor não é apenas sentimento nem se resume em práticas de caridade.

Amar é muito mais que gostar. Alguém já disse que o amor é querer o bem para o outro; paixão é querer o outro para o seu próprio bem.

O amor, portanto, tem algo de racional. É preciso amar com a mente e com o coração.

Liderança amorosa é muito mais que liderança sentimental. O que seria então? É uma atitude radical, ou seja, de raiz. Dela nasce uma árvore com diversos ramos. Cada um deles é uma das sete virtudes que acreditamos compor a estrutura do líder amoroso. As sete virtudes que Paulo de Tarso, de um modo genial, ocultou em seu “Hino ao Amor” e que serão discutidas nesse livro.

O líder amoroso tem três habilidades fundamentais: Visão, Coesão e Ação.

O líder é aquele que viu a meta antes dos outros, inspira confiança e coesão ao grupo e garante a operacionalidade.

O bom líder partilha suas habilidades de modo a gerar uma “liderança em cadeia”. Saber delegar. Não retêm suas descobertas como se isso colocasse em risco seu cargo.

Algumas pessoas imaginam que os grandes líderes e vencedores já nascem prontos. Existem talentos naturais que não podem ser desprezados, porém, neste livro, falando das virtudes que compõem o potencial de vitória de um líder amoroso, todos podemos nos tornar um, se estivermos dispostos a conquistar os sete hábitos salutares.

O hábito virtuoso é praticado naturalmente. É um patrimônio humano do líder amoroso.

Mais informações em breve! 😉

Até mais.

Fonte: Alguns conceitos extraídos do livro “As sete virtudes do líder amoroso“.